quarta-feira, 25 de setembro de 2019

Garrafa Vazia, vinil, Cirrose e Punk Rock!

Garrafa Vazia
A banda Garrafa Vazia, de Rio Claro-SP, lançou recentemente o disco “Cirrose”. Com 14 sons do melhor "punk da roça”, como a banda mesmo diz. O disco é lançamento exclusivo da gravadora Neves Records, em vinil verde musgo de 10 polegadas, em edição numerada em 320 cópias.
Em 2016, a gravadora havia lançado o primeiro, “Garrafa Vazia” ou “Corotinho”, como acabou ficando conhecido, e foi lançado no formato 7 polegadas.
Ambos os discos foram prensados na Europa. Muito se fala sobre a sonoridade de um disco de vinil. Estudiosos afirmam que é uma sonoridade mais forte, poderosa, definida, que o som de um CD. Minha audição não anda as melhores, então não sei dizer sobre isso.
A Garrafa Vazia surgiu em 2009, e já apareceu aqui e acolá, no blog Tosco Todo, em outras oportunidades.
Com vários shows e tours na bagagem, a banda também teve participação em dezenas de coletâneas, dois splits com o Hippies not Dead, entrevistas e resenhas gringas, inclusive até convites pra tocar na Inglaterra. No momento a banda segue divulgando o álbum Cirrose.
A capa é do artista mexicano Olafh Ace. O encarte do vinil traz colagens old school feitas por Stephanie Guardia. As letras e melodias são de Mário Mariones. A abordagem é do faça-você-mesmo, como a música “Punk Rock é Liberdade” propaga. A introspecção da “vida na roça”, na cidade de Rio Claro, aparece em “Marcha Lenta”. A crítica ao comodismo e alienação da juventude preguiçosa dão o tom de “Geração Yogurte”, uma das minhas preferidas. O disco traz as características essenciais da banda: levada dançante, um bom refrão e a simplicidade dos bons três acordes como marca registrada.
Em plena atividade, o Garrafa Vazia já rodou por vários trechos e festivais, dividindo palco com o GBH, Vibrators e muitas bandas gringas, além é claro de boa parte das principais bandas punks brasileiras, Inclusive em breve tocará ao lado da Lixomania, no dia 13 de outubro. 
Eles seguem em intenso processo de composição, pensando em músicas mais hardcore punk, mas sem perder a pegada punk 77. Nas palavras do vocalista Mariones, "o que fica é a alegria de viver e o calor da convivência, das amizades, da cooperação, que faz valer cada segundo do underground - afinal: “fartou folia? Garrafa Vazia, chefia!”.
Ouça Cirrose aqui!

quinta-feira, 29 de agosto de 2019

Pastel de Miolos prepara turnê BRA-FIN

Clique na imagem para ampliar
O duo punk rock baiano Pastel de Miolos prepara uma turnê. Intitulada "Sauna Punk Rock Tour 2019", mais uma vez contará com uma parceria Brasil/Finlândia, com as bandas BLIZZARD OF OZZMOND (Helsinque/FIN, punk rock) e BLUEINTHEFACE (Helsinque/FIN, rock punk pop). A turnê passará por várias cidades do Nordeste brasileiro, incluindo os estados da Bahia, Ceará e Paraíba. Com início previsto para o dia 19 de Setembro, as bandas estão na estrada até o dia 6 de Outubro, com um total de 15 shows, além de dias dedicados a gravações em estúdio.

Saiba mais sobre as bandas:
BLIZZARD OF OZZMOND (Helsinque/FIN, punk rock)
Quando UM já é muito, imagine com TRÊS! Ozzmond tocou como artista solo por 8 anos. Agora é hora de encarar a batida das melodias punk rock como uma banda.
Harmond (bateria) é uma estrela convidada da Blueintheface, uma banda que fez/faz grandes shows em todo o mundo há mais de 15 anos. Demond (baixo) é um músico de grande alcance que tocou com as principais bandas punk da Finlândia e da Europa.
Esta combinação é perfeita e louca o suficiente para transformar o punk acústico em um punk rock eletrizante, potente e alegre. - Um som com um ângulo de como florescer, e como cuidar de um mundo cada vez mais idiota e egoísta. Enquanto tivermos esperança, temos a chance de tentar trabalhar, nos reunir e esquecer nossas preocupações com um sorriso distorcido e um pouco de punk shalala.
Mas espere, o que é punk shalala? Você verá!

BOO é um power trio punk rock:
Ozzmond - vocalista & guitarrista 
Harmond - baterista
Demond – baixista


BLUEINTHEFACE (Helsinque/FIN, rock punk pop rock)
Formada em 2001 na Capital da Finlândia, a BLUEINTHEFACE é uma banda de rock'n'roll visceral com uma vocalista feroz e performática. 
A personalidade sonora origina-se dos vários gostos dos membros da banda, originalmente soava como uma "adega punk", mas com o passar do tempo, eles se propagaram em direção ao rock, enquanto absorveram sabores do heavy metal e flertaram com o pop, gerando uma massa sonora explosiva.
Difícil ficar parado durante as apresentações da banda, suas performances enérgicas vai garantir a dança, a roda de pogo e o bate cabeça!
Eles já fizeram muitas turnês pela Europa e em 2015 visitaram o Brasil para uma turnê de 15 dias com os punk’s baiano do Pastel De Miolos e estão retornando em 2019 para um novo giro por várias cidades do nordeste brasileiro.

Enni - vocalista
Kimmo - baixista, backing vocal
Harri - baterista
Janne - guitarrista
Noora - tecladista
Onni Ozzmond - guitarrista convidado
.
Novo álbum "Good Vive/Sense of Danger" lançado em agosto de 2018, nos formatos digital, cassete e vinil. 

PASTEL DE MIOLOS (Lauro de Freitas/BA, punk rock hardcore)
A PDM começou em 1995 como um trio, mas desde 2016 perceberam que a bateria e o baixo são tudo que eles precisam para fazer punk rock. Andre PDM no baixo/vocal e Wilson PDM na bateria/backing vocal irá criar o caos perfeito para os mosh pits em todos os lugares. Seu recente álbum "Reação!" foi lançado em 2017, é o 1º álbum de punk rock brasileiro com formação baixo/bateria e contém 16 explosões de punk rock/hardcore. Em 2018, durante a turnê Européia, a dupla gravou 3 músicas que saiu em formado EP pelo Selo Finlândes Herttoniemen Savuttomat Kasvissyöjät Records e distribuído no Brasil pela “Trinca de Selos” e pela Relutância Records.
A banda já percorreu o Brasil tocando em vários festivais e em 2018 regressaram à Europa após a "Punk Rock World Cup Tour 2014” para sua 2ª turnê Europeia. Foram 15 shows por 9 países (Finlândia, Estônia, Letônia, Lituânia, Polônia, República Tcheca, Eslováquia, Suiça, Alemanha).


sexta-feira, 23 de agosto de 2019

Dona Iracema lança álbum com Luiz Caldas

Acompanho a Dona Iracema desde o início da banda. Formada atualmente por Oscar (Bateria), Diegão (Baixo), Anderson (Guitarra) e Balaio (vocal), essa semana a banda lançou seu mais novo trabalho, o CD "Balbúrdia". Pelo nome do disco já dá pra ter uma idéia do conteúdo: Contestação ao sistema vigente! Mas não é só isso, tem muito mais, inclusive uma participação do Rei do Fricote Luiz Caldas, que além de cantar em uma faixa, gravou também uma guitarra baiana doida! Conversei com os caras rapidamente, já que eles estão nos corres de shows de lançamento do disco. Se ligue na Balbúrdia!

O primeiro single do disco contou com a participação de Luiz Caldas. De onde veio a ideia da música e de botar luiz Caldas nessa roda?
Oscar: Ainda em 2018 quando começamos a compor o álbum, fizemos um planejamento que envolvia desde a pré-produção ao pós lançamento. Com isso, surgiu a ideia de gravar com André T (que já produziu Luiz Caldas). Quando estava tudo pronto para entrarmos no estúdio, pensamos prováveis participações e suas músicas, então o nome de Luiz Caldas foi cogitado para participar (cantando) "Volta pra Casa João", André T aprovou, mostrou pra Luiz, que prontamente aprovou e o resultado foi isso aí.
Para nossa surpresa, Luiz nos convidou parar ir gravar na casa dele e além de cantar, colocou uma linha de guitarra incrível (sugestão de André T).
Volta pra casa de João, esse primeiro single tem uma temática da liberdade de expressão, de escolhas, com forte apelo no movimento LGBT, inclusive Balaio se declara como Mulher Trans. Explica pra gente sobre essa postura de vocês quanto a esses temas.
Balaio: A minha entrada na banda acabou fazendo com que o grupo assumisse uma postura em relação as causas LGBT. Enquanto compositora, escrevo das minhas dores, minhas dificuldades, minhas alegrias, e tudo isso perpassa pela pessoa que sou. Tudo que canto parte de um lugar, parte de minha posição enquanto mulher trans. Logo, isso influencia nas canções que a banda produz, no show que a banda faz. Sou extremamente grata aos meninos por terem me acolhido, me respeitado e principalmente por estarem me dando a oportunidade de gritar em cima do palco, o orgulho que tenho de ser eu mesma.
Balaio e Luiz Caldas em Estúdio
E a balbúrdia? Qual é?
Oscar: A gente acaba, por conta da música, virando atores políticos. A arte é  política. Com a Ascenção do fascismo, utilizamos a mesma palavra usada pelo ministro para ressignificar o momento que estamos vivendo. De maneira escancarada, falamos sobre liberdade sexual, religião, industria farmacêutica, guerrilha, e tudo que estiver na linha de frente desse conservadorismo. 
Balbúrdia com certeza. Quantas capas com gente pelada na frente você já viu?
CLIQUE AQUI: Playlist no Youtube Completo
Qual a expectativa com esse novo trabalho? Vocês já tem shows agendados, inclusive no Showlivre, né?
Oscar: Isso, vamos tocar no showlivre dia 06 de Setembro e estamos vendo outras datas de shows lá pela região Paulista. Nós ficamos um período sem fazer show, focados na produção desse novo trabalho e agora chegou a hora de apresentá-lo. Já temos algumas datas confirmadas e outras à confirmar, na Bahia e no Brasil.

Vai ter um lançamento do disco aqui na terra natal de vocês?
Oscar: Nosso Show de Lançamento vai ser dia 24 de Agosto, no Festival de Inverno Bahia. Mas como é nossa casa, vamos tentar fazer outro show na cidade em outra data.

O espaço tá aberto pra falar o que quiserem!
(Trecho da música "Escuta meu CD)
escuta meu CD
ajuda seu bebê
a limpar o nome sujo
a tirá-lo do SPC

escuta aê

vai lhe custar o que
está em tudo que é canto esperando por você

CONTATOS: